FMA celebram nova configuração no Brasil

Publicado em 15/03/2021 | Atualizado em 15/03/2021 | Por: Redação Boletim Salesiano, com informações Rede Salesiana Brasil e Portal das FMA.

Com a intenção de ressignificar o carisma e qualificar a presença e missão das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) no Brasil, as irmãs salesianas unificaram-se em quatro novas inspetorias.  

Desde o dia 2 de fevereiro, as antigas nove inspetorias nas quais se dividiam as escolas, obras sociais e comunidades das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA – Irmãs Salesianas) no Brasil se unificaram em quatro novas inspetorias. A intenção é ressignificar e qualificar a presença das FMA no país, respondendo à necessidade de compartilhar o carisma entre as religiosas salesianas, os leigos e os jovens, dentro de uma nova estrutura de animação capaz de responder aos apelos da missão educativo-evangelizadora na atualidade.

Com a nova configuração, a Inspetoria Madre Mazzarello passa a reunir as Filhas de Maria Auxiliadora dos Estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Goiás, Tocantins e Distrito Federal, tendo como inspetora a irmã Teresinha Ambrosim. A Inspetoria Nossa Senhora Aparecida, com a irmã Nilza Fátima de Moraes como inspetora, agora congrega as obras e escolas das Salesianas em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Inspetoria Nossa Senhora da Amazônia passa a reunir as duas antigas inspetorias da região Norte do país, com a presença das FMA no Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, tendo como inspetora a irmã Maria Carmelita Conceição. E a Inspetoria Maria Auxiliadora representa as FMA presentes em todo o Nordeste do Brasil, com a irmã Adriana Gomes como superiora.

A nova organização é resultado de um longo processo de discernimento e reflexão. Ela começou a ser discutida em agosto de 2013, quando a Madre-geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, irmã Yvonne Reungoat, durante sua estada no Rio de Janeiro para participar da Jornada Mundial da Juventude, lançou o desafio de repensar a presença e ressignificar o carisma das FMA no Brasil.

Em 2014 e 2015, o processo de sensibilização nas inspetorias prosseguiu com a realização de encontros, reuniões, estudos e atividades de formação. De 2016 a 2018, ocorreu o processo de planejamento e execução, incluindo um encontro realizado nos dias 7 e 8 de agosto de 2017, com a presença da Madre-geral, no qual foi apresentada a primeira proposta de nova configuração inspetorial.

Para saber mais sobre a nova configuração e os desafios propostos para o próximo período, o Boletim Salesiano conversou com as novas inspetoras FMA do Brasil. Confira!

Por que as FMA no Brasil fazem uma reconfiguração neste momento?

Ir. Adriana Gomes – Considerando onde estamos, quantas somos e o que as condições atuais exigem de nós, na qualidade de discípulas missionárias, o Instituto propôs às Inspetorias repensar o nosso ser e estar no solo brasileiro, com a criação de um novo rosto, que favoreça maior qualidade de vida consagrada e a revitalização do nosso carisma.

Ir. Maria Carmelita Conceição – Há alguns anos, nós, FMA, iniciamos um processo de discernimento para a revitalização do carisma e uma nova configuração da presença salesiana feminina no Brasil. Foi um longo envolvimento das irmãs e dos leigos, acompanhado pelas inspetoras e seus conselhos, para buscarmos juntos novas perspectivas.

Ir. Nilza Fátima de Moraes – Nos últimos sete anos percorremos, juntas, um longo caminho de discernimento, com muita fé, sentido de pertencimento ao Instituto, amor pelos jovens e grande abertura para o novo. Viemos de locais e culturas diversos, mas através do coração de Deus, de Jesus, de Madre Mazzarello e de Dom Bosco, podemos dizer que somos um só coração! Cada uma de nós contribuiu para o amadurecimento e a decisão da nova configuração. Por isso, celebramos o dom e o testemunho da unidade na diversidade, tendo a missão com os jovens como prioridade da nossa vida de missionárias de esperança e de alegria a serviço do Reino.

Ir. Teresinha Ambrosim – O objetivo principal é a ressignificação do Carisma Salesiano, isto é, uma retomada consciente e profunda do “ser” FMA a serviço dos jovens hoje. Para isto fez-se necessário ter muitas reflexões, orações, trabalhos e decisões concretas com um novo mapa, novas estruturas e, com certeza, um novo modo de viver.

Quais são os maiores desafios a serem enfrentados pela sua inspetoria no próximo período?

Ir. Adriana – Entre os desafios, ressalto: assumir a construção do novo rosto FMA do Brasil, sob o influxo das novidades do Espírito, integrando-se ativamente no projeto comum; envolver as comunidades na ação conjunta com as outras Inspetorias; manter os passos dados no processo da nova configuração, unindo forças como forma de superar a dificuldade de recursos humanos e escassez de vocações; e fortalecer a Pastoral Vocacional, também na perspectiva de alargar a nossa presença missionária para os outros estados da Região Nordeste.

Ir. Carmelita – Os desafios são muitos, mas destaco: ser presença de fé diante do cenário sociopolítico na Amazônia; buscar estratégias diante da extensão do território da Inspetoria com a diversidade/riqueza cultural e as distâncias; intensificar a Pastoral Juvenil/Vocacional; evangelizar também nas redes sociais; estar disponíveis à mudança e ressignificar a nossa vida comunitária, a missão.

Ir. Nilza – Uma pergunta que tem sempre tocado o meu coração é: Como viver e preparar-nos bem para sermos educadoras evangelizadoras, como nos pedem o nosso Instituto e a Igreja, no mundo complexo de grandes mudanças culturais, sociais, políticas? Eu acredito que, para enfrentarmos estes desafios, nós, FMA, temos que trabalhar juntas, para sermos espiritualmente profundas, humanamente amadurecidas, culturalmente preparadas, profissionalmente competentes, carismaticamente empenhadas no cultivo da própria identidade e eclesialmente proféticas e propositivas na Missão.

Ir. Teresinha – Acredito que entre os principais desafios estão: assumir com radicalidade, entusiasmo e alegria a nossa vocação salesiana em uma realidade pós pandemia; trabalhar uma cultura vocacional com a comunidade religiosa e comunidades educativas; o redimensionamento de comunidades e obras para que sejam mais fecundas e significativas; e deixar-nos conduzir pelo Espírito para as novas fronteiras missionárias.

Poderia deixar uma mensagem para as Irmãs e os educadores leigos da Inspetoria?

Ir. Adriana – Neste tempo novo para nós, queremos ser, mais do que nunca, portadoras e portadores da força original do carisma de Dom Bosco e de Madre Mazzarello. A nova configuração é um convite a nos colocarmos no mesmo passo, na construção da esperança que não decepciona, da fraternidade que nos une e convence como testemunho da permanência de Cristo entre nós e em nós. A vocês todos, o nosso sincero acreditar que juntas e juntos teremos sempre mais força em nossa missão educativa, nos exercitando no respeito à diversidade, no diálogo, na cultura do encontro!

Ir. Carmelita – Empresto as palavras do Reitor-mor, padre Ángel Artime, na Estreia 2021: “Crescer na humanidade, aprendendo o essencial da vida e tendo uma visão de longo prazo: treine-se para viver a esperança, leve-a onde está e onde atua. A esperança não é só olhar para a frente, ela está presente no dia de hoje da vida cotidiana, e a Família Salesiana é chamada a fazer opções concretas para estar perto dos jovens, dos pobres e dos excluídos. Alimente a certeza de ser amado/a por Deus para sempre. A todos testemunhe qual é a razão da sua esperança, o Deus de Jesus Cristo e o seu Evangelho”.

Ir. Nilza – Dom Bosco e Madre Mazzarello foram educadores que souberam colher o mais belo e profundo do coração humano. Como FMA, nós seguimos fiéis ao carisma salesiano, bebendo nas águas do poço de Mornese e sempre com o coração aberto, como janelas, como pessoas que buscam o horizonte do mistério de Deus que sempre nos inspira e nos fortalece na missão. Confiante neste amor infinito de Deus e na luz amorosa do Espírito Santo, eu conto com a ajuda e o apoio de cada um de vocês para ressignificar a missão que nos foi confiada.

Ir. Teresinha – Queridas Irmãs, queridas comunidades educativas, queridos jovens, ao dar o meu sim para o serviço de animação e governo da Inspetoria Madre Mazzarello, é meu desejo profundo fazer aquilo que o Senhor me disser. Que, como Dom Bosco e Madre Mazzarello, possamos viver intensamente a nossa resposta ao Pai que nos consagra, nos reúne como Família Salesiana e nos envia para os jovens, as crianças e os adolescentes, para que tenham vida e vida plena. Coragem, força, fé e muita esperança para que Deus possa, através de todos nós, fazer novas todas as coisas.


Veja Também

Capitulares elegem da Conselheira das Missões

No dia 8 de outubro de 2021, as Capitulares elegeram Conselheira das Missões do...

Irmã Leslie é eleita conselheira para a Família Salesiana

No dia 7 de outubro de 2021, as Capitulares elegeram Conselheira da Família Salesiana...

Eleita a Conselheira para Pastoral Juvenil

Irmã Runita permanece no cargo Em 7 de outubro de 2021, foi eleita Conselheira...

Nova conselheira para a Formação é eleita

A brasileira foi eleita para o âmbito da Formação no Instituto das Filhas de...